sábado , fevereiro 17 2018
Página Inicial / Itapaci / Prefeito de Itapaci Mário Salles fala com exclusividade ao Jornal Vale Notícia

Prefeito de Itapaci Mário Salles fala com exclusividade ao Jornal Vale Notícia

Prefeito de Itapaci fala ao Jornal Vale Notícia. Fotos: JVN

 

JORNAL VALE NOTÍCIA – POR FLÁVIO DUARTE

A nossa equipe foi recebida pelo prefeito de Itapaci, Mário Salles, no último dia 20/09, onde em uma longa conversa, falou das ações que estão sendo desenvolvidas e de outras que deverão se iniciar em breve. Ele conta que esteve na caixa Econômica Federal em Anápolis, no último dia 18/09, oportunidade em que dois contratos de extrema importância para a comunidade itapacina, foram celebrados.

O primeiro, refere-se à implantação de galerias pluviais e pavimentação asfáltica da Vila Santana. Já o segundo contrato assinado, foi o da construção do novo Abrigo dos Idosos.

Em relação à Vila Santana, uma pequena exigência no projeto original da Caixa, poderá adiar um pouco a fase de licitação e, consequentemente, o início das obras. É que no projeto original constam que as ruas que deverão ser asfaltadas têm 6 metros de largura, quando na realidade existem ruas e 4, 5 e 6 metros. Porém, uma nova reunião foi marcada para que os técnicos da CEF possam vir até Itapaci, e juntamente com o engenheiro da prefeitura encontrar uma solução para o problema.

Quanto à construção da nova sede do Abrigo dos Idosos, se torna necessário ainda que o estudo hidráulico da obra seja concluído e, para tanto, o pessoal responsável pelo projeto, está retirando o material (terra) em vários pontos do local, para que seja analisado e enviado à CEF, que num prazo de quinze dias, dará o sinal verde para que a obra seja licitada.

Na ocasião, o prefeito Mário salientou que, as obras que estão sendo realizadas, só estão sendo possíveis, graças à liminares obtidas na justiça através de mandados de segurança. Isso motivado pela não aplicação de 15% dos recursos da saúde no ano de 2016, fato que vem impedindo que o município tenha acesso a recursos do Governo de Goiás.

“Na verdade, estamos administrando com liminares, temos cerca de 16 convênios realizados com o Estado, que estão parados, em função da não obtenção dessa certidão. Dependemos dessas liminares para que os recursos possam ser liberados ao município. Por isso, iremos entrar na justiça com 16 mandados de segurança. Cerca de 12 deles já estão prontos, mas todos dependem de um documento assinado pela Procuradoria Geral do Estado, no qual impede que o município assine qualquer tipo de convênio com o Estado”, disse ele.

E explicou: “Isso porque, o mandado de segurança tem a finalidade de entrar contra a autoridade que impede o município de assinar convênios e, sem a expedição desse documento não há como impetrar tal mandado. Essa decisão da Procuradoria estará em poder do município ainda essa semana, quando então os mandados em questão serão ajuizados, já que para cada convênio, um mandado de segurança.

Dentre os 16 convênios com o Estado que dependem dessas liminares para serem liberados estão, a efetivação do Ipasgo para os servidores municipais; realização de uma etapa nacional da Fórmula 200 em Itapaci; R$ 500.000,00 para a pavimentação asfáltica do Setor João Albino; R$ 600.000,00 para reforma, ampliação e adequação do Hospital Municipal; R$ 500.000,00 para instalação de laboratório de análises clínicas no Hospital Municipal; R$ 190.000,00 para o novo Abrigo de Idosos; R$ 140.000,00 para construção de praça no início das duas pistas da Vila Santana; R$ 250.000,00 para construção de praça no Setor Santana; R$ 200.000,00 para aquisição de uma UTI Móvel; R$ 300.000,00 para a compra de dois caminhões; R$ 150.000,00 para aquisição de duas ambulâncias; três vans para a saúde; 02 vans para a educação; 01 van para a assistência social; e mais: doação da rodoviária e do ginásio de esportes que pertencem ao Estado, para o município. Todos esses convênios estão prontos, aguardam apenas as liminares para que se tornem realidade.

Em relação ao Governo Federal, ele esclarece, não há nenhum impedimento para que o município receba recursos de emendas parlamentares e celebre convênios de qualquer natureza. Irá receber, dentro de alguns dias, uma patrol zero quilômetro. Uma unidade móvel do SAMU, através de uma emenda do deputado federal Célio Silveira no valor de R$ 180.000,00. Aliás, o prefeito irá receber essa ambulância em São Paulo na próxima quarta-feira, dia 27. Além disso, a prefeitura também comprou três novas ambulâncias pequenas e mais um equipamento de UTI móvel para ser instalado em uma Van.

O prefeito Mário Salles está aguardando ainda, para as próximas semanas, o empenho e a liberação de uma emenda parlamentar do deputado federal Alexandre Baldy, no valor de R$ 600.000,00 para ampliação e estruturação do Estádio Municipal Nery Damião do Prado; e, ainda: emenda do senador Wilder Morais, que deve ser liberada na próxima semana para a urbanização do Lago Azul e dos portais das entradas Sul e Norte da cidade. “São mais de R$ 8 milhões de emendas parlamentares para o município, para a saúde e obras de infra-estrutura”, garante ele.

“O asfaltamento do Jardim Tropical, Setor Almeida e Morada Nova, já estão com mais de 65% das obras prontas. Iniciamos também o processo de instalação de meio-fio e faremos a inauguração dentro de algumas semanas, com a presença do vice-governador José Éliton, que, juntamente com o deputado estadual Talles Barreto e o federal Célio Silveira têm sido extremamente cuidadosos com Itapaci, nos dando condições para realizarmos obras como essa, com mais de 57.000m2 de ruas pavimentadas.  E muitas outras estão por vir, é só aguardar”, asseverou ele.

FACULDADE INICIA AS AULAS EM FEVEREIRO DE 2018

O prefeito Mário, indagado pela nossa reportagem, a respeito da instalação de uma faculdade em Itapaci, garantiu que ainda nessa semana será assinado o contrato para seu funcionamento  que irá oferecer cerca de oito cursos.

A equipe técnica da UNIFAM – Faculdade Alfredo Nasser irá fazer uma visita à Itapaci e cidades vizinhas para saber quais são os cursos mais solicitados pelo alunado e então poder decidir. Porém, é certo que haverá os cursos de Direito, Administração, Ciências Contábeis, Pedagogia, Agro-Negócio, Matemática, História, Geografia, e outros que poderão surgir da preferência dos alunos. A UNIFAM funcionará na sede da Asteq com o apoio da Prefeitura Municipal que assumirá algumas despesas, como energia, água, etc.

Seguidas reuniões viabilizaram a instalação da UNIFAM em Itapaci
Alunos da UNIFAM em Aparecida de Goiânia

 

O prefeito Mário deu ainda uma outra grande notícia. Em ofício enviado ao Governador, o prefeito solicitou que o Estado desse também  a sua parcela de contribuição para a instalação desses cursos superiores. Em resposta, o governador Marconi Perillo irá destinar para o ano que vem 600 Bolsas Universitárias para os alunos de Itapaci.

“Seiscentos alunos de Itapaci poderão iniciar a faculdade a custo zero, através dessas bolsas autorizadas pelo governador. Isso sem se falar no salto de crescimento que Itapaci irá experimentar. A procura por áreas na região da faculdade já é intensa, são empresários de todas as partes interessados em montar algum tipo de negócio em volta do educandário, isso sem se falar no aumento considerável nas vendas de postos de combustíveis, hotéis, restaurantes, papelarias, livrarias, etc. Uma coisa vai puxando a outra e, a cidade cresce na mesma medida”, disse Mário.

R$ 5.070.000,00 DE PRECATÓRIOS

Mário Salles falou também sobre a quantidade de precatórios que a prefeitura vem pagando e ainda terá que pagar por muito tempo ainda. Somente nesses primeiros nove meses, a prefeitura já pagou ou negociou cerca de R$ 1.163.000,00 em precatórios.

“Somente agora no dia 28 de setembro a prefeitura teria que pagar R$ 616.000,00 e tivemos que negociar com a empresa e conseguimos dividir esse valor em três parcelas de R$ 204.000,00”, para que não colocássemos outros compromissos da administração em risco, afirmou ele.

O prefeito Mário Salles falou também da empresa Vale Verde que não paga seus impostos devidamente e já deve uma grande quantia ao município. Disse já ter esgotado todas as tentativas em realizar um acordo com a empresa que não quer pagar e nem, sequer, negociar. Disse ser esse um dos grandes problemas que o município enfrenta. Segundo ele, a safra de 2017 ano produziu cerca de 85 milhões de litros de etanol e a empresa recolheu aos cofres do município apenas R$ 11.000,00.

“Por isso, determinamos à assessoria jurídica do município que entre com uma ação judicial de cobrança contra a empresa com o objetivo de receber o que é devido ao município. Já tentamos um acordo, trocar a dívida em oito alqueires de terra, onde seriam construídas casas populares e o distrito agroindustrial do município, mas não aceitaram. Agora é com a Justiça, concluiu o prefeito.

Veja também

Itapaci: ex-vereadores buscam na justiça receber 13º salário retroativo após decisão do STF

Quatro ex-vereadores protocolaram na justiça requerimento no qual solicitam à prefeitura de Itapaci, pagamento retroativo …