terça-feira , junho 19 2018
Página Inicial / Itapaci / Acidentes na GO-154 no trecho Itapaci à Santa Terezinha, cada vez mais frequentes

Acidentes na GO-154 no trecho Itapaci à Santa Terezinha, cada vez mais frequentes

Um acidente registrado na noite do último sábado (14/10) envolveu uma famíla de Itapaci que viveu momentos de pânico. Fotos: Jornal Populacional

 

  POR FLÁVIO DUARTE EM 17/10/2017

Os acidentes no trecho entre Itapaci, Pilar de Goiás e Santa Terezinha, da GO-154, têm sido frequentes, inclusive com registro de vítimas fatais. Na noite do último sábado (14/10), por volta das 20:40hs, um acidente envolvendo um veículo de passeio e uma retroescavadeira deixou três pessoas feridas.

O acidente envolveu o condutor de um veículo Chevrolet Vectra que seguia com familiares para Santa Terezinha de Goiás e que teve sua visão ofuscada por faróis altos de uma camionte que vinha em sentido contrário, fazendo com que o veículo dirigido por ele fosse de encontro à traseira de uma retroescavadeira que trafegava no mesmo sentido, causando sérios prejuízos, além de grande susto.

No interior do veículo, o motorista e mais três pessoas, esposa e dois filhos de 13 e 17 anos. Os feridos foram levados ao Hospital de Santa Terezinha de Goiás, onde foram atendidos e medicados. O acidente ocorreu no Km-12 da rodovia.

Na última quinta-feira (12/10), um grave acidente com vítima fatal foi registrado na GO-154, bem próximo à cidade de Itapaci, sentido Pilar de Goiás. O acidente, que ocorreu por volta das 17h30 na GO-154, envolveu um veículo Fiat Strada e uma motocicleta dirigida por Rafael de Souza Félix, que morreu no local.

Motoqueiro perdeu a vida nesse acidente. Foto: Itapaci Urgente

 

São muitos os acidentes já ocorridos nessa rodovia, que não possui acostamento em toda sua extensão e sinalização deficitária. Além disso, o grande número de curvas e a qualidade das vias, facilitam a ocorrência de acidentes provocando ainda mais danos, estragos e sofrimento.

No quinto país onde mais pessoas morrem em função de acidentes de trânsito – segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) –, a possibilidade de reduzir o número de vítimas nas estradas encontra-se, principalmente, nas mãos de motoristas e de pedestres. É o que aponta um estudo divulgado pela Organização das Nações Unidas (ONU), que revela: cerca de 90% dos acidentes decorrem de atitudes de imprudência ou imperícia e, portanto, poderiam ser evitados.

Por outro lado, os registros de acidentes graves não deixam dúvidas: As ultrapassagens indevidas, gerando colisão frontal, são a maior causa de óbitos em nosso País.

Veja também

Prefeito Mário Salles e secretários visitam obras em andamento em Itapaci

    POR FLÁVIO DUARTE EM 04/06/2018 O prefeito Mário Salles se reuniu na tarde …