quarta-feira , abril 8 2020
Página Inicial / Goiás / Efeito Coronavírus: Itapaci, amanhece com comércio fechado e ruas desertas

Efeito Coronavírus: Itapaci, amanhece com comércio fechado e ruas desertas

A confirmação de casos de contaminação pelo coronavírus em Goiás gerou mudanças na rotina da população em todo o estado bem como em Itapaci. Há alterações no comércio, educação, empresas públicas e privadas e até no atendimento médico hospitalar. As medidas têm duração inicial de 15 dias, podendo ser prorrogadas.

Cidade de Itapaci neste sábado (21), amanheceu
com cara de domingo, deserta. FOTOS: JORNAL VALE NOTÍCIA

As primeiras alterações foram determinadas pelo governador Ronaldo Caiado, na última sexta-feira (13), quando foi decretada situação de emergência em saúde pública. Já na terça-feira (17), um novo decreto foi editado com mais mudanças. Na sexta-feira (20) novo Decreto especifica quais lojas e estabelecimentos comerciais podem ficar abertos. Entre eles estão hospitais, cemitérios, supermercados, postos de combustíveis, distribuidoras de gás e bancos. Em Itapaci, dois decretos da Prefeitura Municipal determinaram o fechamento de vários setores do comércio. A cidade que normalmente tem um movimento muito forte, mesmo no dia de sábado, amanheceu com suas portas baixadas e com ruas e avenidas desertas. Pouquíssimos carros estacionados, apenas próximos à supermercados, farmácias e postos de combustíveis.

Cidade de Itapaci em um dia normal de sábado…
…neste sábado (21) amanheceu assim: com ruas e avenidas praticamente vazias

Quem descumprir as medidas, pode responder pelo crime de infringir medida sanitária preventiva, o qual tem pena que varia de um mês a um ano de prisão. Em entrevista do comandante da Polícia Militar de Itapaci, Tenente Kassim, ao repórter Vital Rafael, da Rádio Goiás FM no dia de ontem (20), ele afirmou que quem não obedecer ao decreto e insistir em abrir as portas de seu comércio, será autuado pela Polícia Militar, baseado no Artigo 268 do Código Penal, no qual reza que, quem infringir decreto do poder público, em uma determinação que se destina a impedir a propagação de doença contagiosa, poderá ser autuado e o TCO encaminhado ao Poder Judiciário. Se persistir o proprietário será encaminhado até a delegacia para as providências cabíveis. A Polícia Militar está fazendo a fiscalização, juntamente com os fiscais do Código de Postura e da Vigilância Sanitária do município.

O Decreto do Governo de Goiás, do dia 20 de março, proíbe, em todos os hospitais públicos e privados, a visitação a pacientes internados com diagnóstico de coronavírus, exceto os casos de necessidade de acompanhamento a crianças.

As agências bancárias vão funcionar no horário normal. No entanto, a Associação de Bancos de Goiás informou que milhares de bancários estão trabalhando em esquema de home office e foi reforçada a higienização nas agências. A associação orienta aos clientes que usem meios remotos de atendimento, como mobile e internet banking.

A Enel Distribuição informou que suspendeu nesta sexta-feira (20), temporariamente, o atendimento em todas as suas lojas presenciais. Enquanto a medida durar, os clientes podem contatar a empresa pelos canais digitais ou aplicativo. Já a Saneago suspendeu o corte de fornecimento de água – até mesmo para clientes inadimplentes – por um período de 15 dias, contados a partir do último dia 13. A empresa disse ainda que fará um programa de renegociação de dívidas. Serviços essenciais seguem sendo feitos.

As 70 agências do Vapt-Vupt em todo o estado abrirão em horário normal, mas só realizarão atendimentos feitos com agendamento prévio. É possível fazer a marcação por meio do site do órgão, escolhendo a opção “presença”. As portas das unidades serão mantidas fechadas. Haverá um funcionário na entrada para orientar e monitorar a entrada de quem agendou virtualmente o atendimento. Quem se atrasar, não poderá ser encaixado e terá de fazer uma nova marcação.

POR FLÁVIO DUARTE EM 21/03/2020 ÀS 10:22

Veja também

Ministro explica como será pago auxílio de R$ 600: “Não adianta ir a bancos e CRAS agora”

Projeto ainda precisa passar por sanção presidencial, emissão de decreto e implementação de sistema digital. …