Página Inicial / Polícia / Ex-marido de vereadora assassinada é preso suspeito de ser mandante do crime

Ex-marido de vereadora assassinada é preso suspeito de ser mandante do crime


Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) cumpriu na manhã desta quinta-feira (13/12) mandados de prisão preventiva contra dois suspeitos de participarem da morte da vereadora de Bom Jesus de Goiás, Roseli Aparecida de Oliveira Rocha, conhecida como Roseli da Academia (DEM), de 55 anos, assassinada no último dia (2/12).

Um dos mandados foi cumprido contra o ex-marido da vereadora, o empresário Vilmar Rodrigues da Rocha, de 57 anos, que seria o mandante do crime. O outro mandado foi em desfavor de Joaquim dos Santos, de 60 anos, que contratou o próprio filho Natanael para participar do crime.

Vereadora de Bom Jesus é encontrada morta depois de sequestro
No dia 2 de dezembro de 2018 a vereadora estava em casa, e quando o filho chegava a residência dois homens aproveitaram o momento que o portão foi aberto para anunciar o assalto. Os dois homens então levaram o carro da família um Hyndai HB 20 e Roseli com eles.

O carro foi encontrado na manhã de segunda-feira (3/12) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) depois de sofrer um acidente sobre o Rio Meia Ponte na BR 452 próximo a Itumbiara. Os policiais encontraram o veículo com vereadora e Roseli morta com perfurações de arma de fogo.

Ex-marido de vereadora de Bom Jesus assassinada é preso suspeito de ser mandante do crime

Vereadora de Bom Jesus assassinada. Foto> Reprodução

Nas buscas pela região do acidente, os policiais encontraram Natanael Cardoso dos Santos, de 22 anos, e Gilberto Alves da Silva de 26 que foram presos e levados para a delegacia de Bom Jesus. Na unidade prisional os dois confessaram o crime e afirmaram que saíram de Itumbiara apenas para roubar o veículo.

Os suspeitos confessaram também que atiraram contra a vereadora. O que a princípio era tratado como latrocínio – roubo seguido de morte. No entanto, durante as investigações o delegado Rogério Moreira, depois de ouvir as testemunhas descobriu que o ex-marido de Roseli poderia ser o mandante do crime, por uma briga entre eles sobre a divisão dos bens, com o ex da vereadora tendo ameaçado ela de morte em outras oportunidades.

Em posse das informações, o delegado pediu a prisão preventiva do empresário Vilmar Rodrigues da Rocha, que foi cumprida na manhã desta quinta-feira. Além do empresário também foi preso preventivamente o agenciador Joaquim dos Santos, que contratou os suspeitos de matarem a vereadora.

Suspeito confessa participação no assassinato da vereadora de Bom Jesus
O delegado do caso Rogério Moreira, Joaquim na manhã desta quinta-feira, e em um vídeo gravado, o agenciador confirmou a participação dele no crime. No vídeo ele informa que foi procurado pelo empresário, para executar a esposa, e que receberia R$ 50 mil reais pelo serviço.

Depois do assassinato da vereadora Roseli da Academia, Joaquim afirmou ter recebido cerca de R$ 20 mil reais das mãos de Vilmar e que com o dinheiro tinha comprado várias coisas inclusive uma moto.

Fonte: https://diaonline.r7.com/2018/12/13/ex-marido-de-vereadora-de-bom-jesus-assassinada-e-preso-suspeito-de-ser-mandante-do-crime/?utm_source=H%C3%A9lio+Lemes&utm_campaign=diaonline-authorFonte: 

Veja também

Polícia Civil apreende uma tonelada de doces fabricados em indústria clandestina de Anápolis

Foi encontrado inclusive vazamento de esgoto próximo à área de produção de alimentos. Os produtos …