Página Inicial / Goiás / Goiás terá o maior programa de investimentos do Brasil pós-crise

Goiás terá o maior programa de investimentos do Brasil pós-crise

O governador Marconi Perillo afirmou nesta sexta-feira, dia 17, que o Programa de Investimentos e Entrega de Obras e Benefícios será o maior do País pós-crise. “Depois de 2 anos e meio de luta, da maior crise da história do Brasil e dos planos de ajuste que nós tivemos a coragem de fazer, no dia 30, às 10 horas, vamos lançar o maior programa de investimentos do Brasil”, afirmou o governador. De acordo com Marconi, os recursos utilizados nas obras, realizadas em parceria com as administrações municipais, serão 100% oriundos do Tesouro estadual.

“Não estou precisando botar nenhum centavo da Celg para ajudar os prefeitos. É tudo dinheiro do Tesouro do Estado”, declarou o governador, que recebeu 245 prefeitos no Palácio Pedro Ludovico e consolidou parceria com Adib Elias, de Catalão, único administrador que ainda não havia sido recebido, em Goiânia. Em evento, na última quarta-feira, dia 15, na John Deere/Catalão, Marconi e Adib ajustaram parceria para ampliação do Distrito Minero Industrial (Dimic) da cidade.

Marconi destacou a dificuldade em reduzir gastos e enxugar a máquina para que fosse possível fazer este anúncio. “Depois de 2 anos e meio de luta, de crise, de planos, para recuperação financeira, depois da maior crise da história do Brasil, os planos de ajuste que nós tivemos a coragem de fazer, vamos lançar nosso maior programa de investimentos do Brasil”, anunciou.

De acordo com o governador, quase todos os prefeitos já receberam uma correspondência acerca dos convênios. “Se não receberam, vão receber sua carta e a proposta do convênio. Indistintamente, independente de partidos”, afirmou. A solenidade para oficialização dos convênios será realizada no dia de 30 de março, às 10h da manhã, no Centro de Convenções de Goiânia.

Veja também

Goiás é o único estado a atingir meta do Ideb no Ensino Médio

Estudantes goianos atingiram a meta de 4,8 estipulada para o ano passado e ficaram acima …