Página Inicial / Noticias / Governo busca fortalecer atendimento do Ipasgo nos municípios do interior

Governo busca fortalecer atendimento do Ipasgo nos municípios do interior

ipasgo

Em atendimento à determinação do governador Marconi Perillo para interiorizar os serviços de saúde, o Ipasgo tem buscado alternativas para melhorar o atendimento aos usuários que moram fora da região metropolitana de Goiânia. Uma das medidas adotadas para suprir a carência de serviços de saúde foi o atendimento próprio nos postos e regionais do Instituto no interior. Jataí e Ceres já contam com médicos atendendo em consultórios instalados nos prédios do Ipasgo.

Em Jataí, primeira cidade a ter o serviço próprio ambulatorial, um clínico geral e um ginecologista atendem os usuários em plantões semanais de 6 horas cada. Em Ceres, um clínico geral e um pediatra fazem consultas e o exame clínico. Assim como acontece na Unidade de Atendimento Médico Ambulatorial, em Goiânia, quando são necessários, exames laboratoriais e de imagem, assim como outros procedimentos, são encaminhados para a rede credenciada.

Morrinhos, Iporá, Caldas Novas, Nova Glória e Uruana também passaram a oferecer, desde dezembro, consultas aos usuários: Todas essas cidades tiveram os postos de atendimento reformados ou construídos já com um consultório, para a implementação do serviço próprio de consultas.

O atendimento médico é feito por meio de agendamento prévio das consultas, pelo Teleagendamento 0800.621919 ou ainda no telefone do próprio posto ou regional (veja a lista completa aqui). A ideia é que aos poucos todas as regionais e postos ofereçam atendimento médico, movimentando a saúde local das cidades.

Iniciativas

Além do atendimento próprio nos postos do Ipasgo, outras medidas estão sendo adotadas para melhorar os serviços prestados aos usuários do interior do Estado. Em Goianésia, o Hospital Evangélico foi credenciado e novos serviços também estão sendo oferecidos no Centro Médico Cirúrgico de Catalão; no Hospital Pe. Tiago, de Jataí; no Hospital São Carlos, em Goianésia e na UTI Santa Luzia, em Luziânia.

Todas as medidas fazem parte do esforço do Governo de Goiás e do Ipasgo em fortalecer o atendimento de saúde no interior do estado, dando mais comodidade ao usuário e evitando deslocamentos desnecessários para a capital, com qualidade e eficácia no atendimento.

Veja também

Programa vai capacitar agentes de segurança na Tríplice Fronteira

O Ministério da Justiça e Segurança Pública e a Universidade de São Paulo assinaram acordo …