quinta-feira , setembro 17 2020
Página Inicial / Noticias / Itapaci: padrasto lamenta morte de garota que levou choque em ventilador

Itapaci: padrasto lamenta morte de garota que levou choque em ventilador

garota juntas
Gabrielly Paula, de 15 anos, morreu após levar choque em fio de ventilador em Itapaci, Goiás (Foto: Reprodução/Facebook)

 

Do G1 GO – O mecânico Waldnei Oliveira Dourado, de 28 anos, contou que a família está abalada com a morte da enteada Gabrielly Paula, de 15 anos, que levou um choque no fio do ventilador e não resistiu, em Itapaci, no centro de Goiás. Ele relata que não estava em casa no momento do acidente, mas chegou minutos depois e já a encontrou desmaiada. “Para mim, o chão acabou na hora, ela era tudo para mim. Minha única reação foi segurar a mãe dela para evitar que mexesse e acontecesse algo pior. Chamamos o socorro e, quando chegaram, ela ainda estava com os sinais vitais, mas não resistiu”, contou ao G1, emocionado.

O mecânico relata que Gabrielly Paula era como uma filha para ele. Segundo Dourado, ela gostava de cuidar das pessoas à sua volta. “Nunca vi uma pessoa tão feliz, tão alegre. Quando eu estava para baixo, ela sempre me animava, estava sempre fazendo a gente sorrir. Não tinha problema com ninguém, não tinha tempo ruim para ela. Única coisa que eu quero levar de lembrança é o sorriso dela”, disse.

O corpo da adolescente foi velado em Itapaci. Já o enterro aconteceu no sábado (11), em Mozarlândia, no noroeste goiano, cidade em que o pai dela vive. O padrasto disse ainda que deve registrar a ocorrência da morte da enteada na delegacia nesta segunda-feira (13).

Gabrielly morreu após levar um choque no fio de um ventilador. Ela foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao hospital municipal da cidade, mas sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. Condutor socorrista do Samu, Cristiano Marcos contou ao G1 que a equipe chegou até a casa da garota cerca de 10 minutos após ela levar a descarga elétrica, na manhã de sexta-feira (10). “Ela estava caída no chão, ao lado do ventilador, que tinha o fio descascado. A menina apresentava queimaduras nas pernas e nos braços, e o estado era gravíssimo. A levamos até o hospital, onde ela passou pelo procedimento de reanimação, mas morreu”, relata. Fonte: G1 GO

Veja também

Doutor Victor, respeitado médico de Itapaci, ganha alta, após se recuperar da Covid-19

Respeitado e conhecido em todo município de Itapaci, sendo referência no Vale do São Patrício, …