segunda-feira , setembro 28 2020
Página Inicial / Goiás / Mãe é presa por dirigir embriagada na BR-153, em Uruaçu; dois filhos pequenos estavam com ela no carro

Mãe é presa por dirigir embriagada na BR-153, em Uruaçu; dois filhos pequenos estavam com ela no carro

Um motorista que passava pela rodovia viu a mulher fazendo zigue-zague e acionou a polícia. Segundo a PRF, os próprios filhos confirmaram que a mãe estava bebendo enquanto dirigia.

Foto: TV Anhanguera/ Reprodução

Uma mãe, de 39 anos, foi presa em flagrante dirigindo embriagada na BR-153, no município de Uruaçu (GO). Com ela estavam os dois filhos, de 8 e 10 anos. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as próprias crianças confirmaram que a mãe estava bebendo e dirigindo há várias horas, sem dormir.

O caso aconteceu na manhã desta segunda-feira, 24. Segundo a PRF, um motorista que passava pela rodovia viu que a mulher transitava fazendo zigue-zague na pista, com alto risco de provocar algum acidente. Ele acionou a polícia, que logo se deslocou para apurar a questão.

A equipe da PRF informou que ao avistar o carro da mulher foi dado ordem para que ela parasse, porém, a condutora estava com a percepção tão alterada que, a princípio, nem sequer notou os policiais. Com isso, eles precisaram acompanhar o veículo até que conseguiram fazer com que a motorista finalmente parasse.

De acordo com os agentes, ao descer do carro, a mulher não conseguia se manter em pé e nem ao menos conseguia entender o que os policiais falavam. Após o teste do bafômetro, foi constatado que ela estava com o teor alcoólico de 0,88 miligrama de álcool por litro de ar. Dentro do carro, os policiais encontraram várias latas de cerveja, e até um cooler de bebidas.

De acordo com o que os filhos disseram à PRF, eles haviam saído de Goiânia por volta de meia noite com destino à casa dos avós, que residem em Montividiu do Norte (GO). A mulher foi detida e levada para a Polícia Civil de Uruaçu, enquanto as crianças ficaram sob a guarda do conselho tutelar do município.

Veja também

Servidor público de Goianésia é exonerado após ofensas machistas a professora

Funcionário também menosprezou profissionais com formação em pedagogia. “Uso para limpar a bunda”, disse sobre …