quinta-feira , dezembro 13 2018
Página Inicial / Polícia / Mulher manda matar próprio irmão por causa de herança em Campinorte

Mulher manda matar próprio irmão por causa de herança em Campinorte

Polícia diz que ela pagou R$ 5 mil para homem cometer o crime com ajuda de comparsa

Foto:Divulgação/Polícia Civil

 

DM – Yana Maia em 12;01/2018

A Polícia Civil de Campinorte, região norte de Goiás, concluiu as investigações sobre a morte do motorista Valcione Alves dos Santos, de 45 anos, ocorrido no dia 22 de dezembro do ano passado, na cidade. Segundo a corporação, duas pessoas foram presas durante operação na quinta-feira, 11, e uma segue foragida. Todos os envolvidos serão indiciados por homicídio qualificado. A apuração aponta que o crime foi motivado por uma disputa de herança.

Entre os detidos, está a irmã da vítima, identificada como Leiguimar Alves dos Santos, de 54 anos, apontada como mandante do crime. Conforme o delegado responsável pelo caso, Natalício Cardoso da Silva, o motorista foi morto durante a madrugada e seu corpo foi encontrado na manhã seguinte com lesões na cabeça feitos por barra de ferro.

Vítima foi morta com golpes de barra de ferro. Foto:Divulgação/Polícia Civil

 

O delegado destaca que já na perícia preliminar foi constatada a participação de algum familiar, uma vez que a vítima tinha comportamento tranquilo, não possuía inimizades e não teve nenhum pertence subtraído na ocasião.

Depoimentos

À polícia, o outro detido, Héber da Silva Gonçalves, conhecido como “Goiano”, contou que participou do assassinato a mando de Leiguimar, com ajuda de Webley Gonçalves Borges, vulgo “Mutum”, que encontra-se foragido. O homem alegou que recebeu R$ 5 mil para cometer o crime.

Segundo ele, a mulher pagou R$ 3 mil adiantado “e ficou cobrando” a execução do homicídio. Webley teria recebido R$ 500 dele para ajudar no “serviço”. Após o assassinato, Héber ligou para a Leiguimar para receber o restante do pagamento.

A irmã de Valcione, que esteve presente no velório do irmão, chorou muito durante a cerimônia e se mostrou arrependida. Em depoimento, ela confirmou a versão de Héber e alegou que mandou matar o motorista por estar cansada da perseguição do irmão devido à herança da família.

Fonte: https://www.dm.com.br/cotidiano/2018/01/mulher-manda-matar-proprio-irmao-por-causa-de-heranca-em-campinorte.html

Veja também

Pastor é preso suspeito de dopar e furtar idosos em Anápolis

Gênesis de Oliveira foi preso com documentos de 12 pessoas e máquina de passar cartão, …