sábado , dezembro 16 2017
Página Inicial / Polícia / Pastor é condenado a prisão por destruir Imagens de Santos Católicos

Pastor é condenado a prisão por destruir Imagens de Santos Católicos

Eduardo Mora, pastor da Igreja Evangélica Pentecostal Assembleia Renovada, ligada a Silas Malafaia, liderou seus membros numa passeata não autorizada com cartazes contra a fé católica, a idolatria às imagens de santos e da virgem Maria, além do casamento gay.

A passeata ocorreu em maio, e Mora acabou denunciado por perturbar a paz e preso. Agora condenado pelo 11º Tribunal Criminal Guayaquil, a um ano de prisão. Na ocasião de sua prisão, Mora afirmou que ele e seus membros tinham como foco alertar sobre os erros cometidos na liturgia da Igreja Católica. “Nós não estamos condenando os católicos, mas a idolatria”, justificou o pastor numa entrevista coletiva.

Mora é conhecido no Equador, por seu discurso inflamado contra as práticas católicas da adoração de imagens, e uma vez destruiu uma imagem pública do rosto de Jesus Cristo em público. Segundo o site Acontecer Cristão, diversas denominações se afastaram do pastor Mora e pediram desculpas aos católicos pelas “demonstrações de fanatismo, que são anticristãs e erradas para certas diferenças sobre a questão da idolatria”. Essas denominações foram apoiadas pela Federação Equatoriana de Ministros Evangélicos (FEME), representada pelo pastor Joe Bacuy
Fonte: http://www.sociedadeoculta.com/2017/11/15/pastor-e-condenado-catolicos/

Veja também

Vídeo: relembre os dez crimes que chocaram e entristeceram o Brasil

Aqui nesse vídeo você irá relembrar  10 crimes que deixaram os brasileiros horrorizados e tristes. …