domingo , outubro 21 2018
Página Inicial / Polícia / Pastor suspeito de abusar de três irmãos se entrega, mas não confessa crime

Pastor suspeito de abusar de três irmãos se entrega, mas não confessa crime

Segundo delegada, ele estava foragido desde 2015, quando o caso foi registrado. Na época, vítimas tinham 10, 11 e 12 anos.
Pastor suspeito de abusar de três irmãos se entrega à polícia mas não admite crime (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

 

Por Vanessa Martins, G1 GO – 15/09/2017 18h39
Um pastor, de 53 anos, suspeito de abusar de três irmãos de 10, 11 e 12 anos, se entregou à Polícia Civil, nesta sexta-feira (15), em Goianésia, no centro de Goiás. A delegada responsável pelo caso, Poliana Bergamo, esclareceu que o detido não admitiu os abusos, que teriam ocorrido em 2015 na cidade.
“Ele afirma que consultou um advogado, na época dos crimes, que o aconselhou a sumir por oito meses e depois se entregar. Depois deste tempo foragido, ele consultou um novo advogado que o aconselhou a se entregar imediatamente, mas ele afirma que nunca fez nada com as crianças”, disse a delegada ao G1.
Poliana informou que em outubro de 2015 a vítima mais velha contou sobre os abusos, que aconteciam desde julho do mesmo ano, a uma assistente social, que repassou a informação à mãe dos meninos. Os outros dois irmãos confirmaram e o caso foi registrado na Polícia Civil.
“Na época, a mãe disse que o pastor ganhou a confiança da família e estava sempre com os três irmãos. Ela conta que os meninos ficavam na casa dele e já até viajaram com ele. Expedimos o mandado de prisão em novembro, mas ele ficou sabendo e fugiu”, contou ao G1.
Segundo ela, a corporação identificou que o pastor teria saído do estado, mas não conseguiram prendê-lo. A delegada afirmou que o inquérito foi concluído com a prisão do suspeito e ele deve ser indiciado por estupro de vulnerável, cuja pena varia entre 8 e 15 anos para cada vítima. Fonte: https://g1.globo.com/goias/noticia/pastor-suspeito-de-abusar-de-tres-irmaos-se-entrega-mas-nao-confessa-crime-em-goianesia.ghtml

 

 

Veja também

Ex-marido é preso suspeito de matar ex-vereadora e simular suicídio

Segundo a polícia, homem era vizinho da vítima e não aceitava o fim da relação. …