terça-feira , junho 19 2018
Página Inicial / Goiás / PMDB cobra fatura de Caiado e se une em torno de Daniel Vilela

PMDB cobra fatura de Caiado e se une em torno de Daniel Vilela

Durante encontros do partido no Estado, líderes têm refutado apoio ao senador do DEM – Foto: Reprodução

 

Por Marcelo Gouveia EM 28/10/2017 18h16

Os últimos encontros do PMDB goiano têm servido para reforçar a necessidade de se manter a tradição do partido de disputar eleições como protagonista. Para tanto, lideranças da sigla de todo o Estado engrossam o coro em defesa do nome do deputado federal Daniel Vilela como representante do partido no pleito do ano que vem.

Ao que parece, até mesmo aliados do senador democrata Ronaldo Caiado dentro do PMDB têm se rendido ao levante partidarista e defendido de forma ferrenha o nome do parlamentar. O prefeito de Catalão, Adib Elias, foi só elogios a Daniel durante encontro da sigla em Catalão, neste sábado (28). Falou que o deputado federal age de forma inteligente e desenvolta, e garantiu que sempre defenderá a bandeira peemedebista. “Renovação agora tem nome: Daniel Viela”, declarou Adib.

Em busca de um consenso favoràvel à sigla, peemedebistas já têm começado a “cobrar” uma fatura antiga do senador Ronaldo Caiado. Em entrevista ao Jornal Opção, durante solenidade de posse da nova diretoria do diretório metropolitano do PMDB de Goiânia, o deputado estadual Waguinho Siqueira afirmou estar na hora do partido lembrar do “grande serviço” que prestou a Ronaldo Caiado (DEM) nas últimas eleições e fazer com que o senador democrata apoie a candidatura da legenda.

“Tenho muita admiração e respeito por Caiado, mas acabamos de prestar um grande serviço a ele. O PMDB teve um papel fundamental em sua eleição. E é natural que ele deseje concorrer ao governo de Goiás, mas é hora do partido cobrar uma retribuição”, afirmou.

O parlamentar integra o crescente movimento peemedebista que tem se engajado em viabilizar o nome do deputado federal Daniel Vilela (PMDB) para as eleições do ano que vem. Na avaliação dele, a candidatura está consolidada e é tida hoje como irrevogável.

Sobre a participação do prefeito de Goiânia e maior líder do partido do Estado, Iris Rezende, na formatação eleitoral da oposição para o ano que vem, Waguinho garante que o decano é um homem de partido e jamais seria contra a candidatura de um colega de legenda. “Eu ando pelado se o Iris não estiver nessa caminhada conosco”, desafiou.
Fonte: https://www.jornalopcao.com.br/ultimas-noticias/pmdb-cobra-fatura-de-caiado-e-se-une-em-torno-de-daniel-vilela-108589/

Veja também

Coordenadora Ana Karina e Major Jefferson são homenageados em sessão na Alego

    POR FLÁVIO DUARTE EM 16/06/2018 Profissionais da Educação foram homenageados na última quarta-feira …