Página Inicial / Brasil / Pré-candidato a vereador em Patrocínio (MG) é assassinado após ser atacado durante live; autor do crime é irmão do prefeito e secretário municipal

Pré-candidato a vereador em Patrocínio (MG) é assassinado após ser atacado durante live; autor do crime é irmão do prefeito e secretário municipal

Segundo tenente da PM, Cássio Remis que era pré-candidato também é ex-vereador e ex-presidente da Câmara de Patrocínio (MG). Ele fazia uma denúncia durante transmissão ao vivo pelo Facebook, quando teve o celular tomado das mãos por Jorge Marra, irmão do prefeito municipal.

Populares se aglomeram na porta da Secretaria de Obras de Patrocínio após o crime.

O ex-presidente da Câmara e pré-candidato a vereador Cássio Remis estava na tarde desta quinta-feira, 24, no centro da cidade de Patrocínio (MG), mostrando uma obra de revitalização de um calçamento na Avenida João Alves do Nascimento, quando alegou na transmissão ao vivo que funcionários da Prefeitura eram usados para fazer serviços particulares em frente a uma residência que seria o comitê de campanha do atual prefeito, Deiró Moreira Marra.

Segundo o tenente-coronel Salomão Queiroz Caixeta, foi nesse momento que o agressor, Jorge Marra, Secretário de Obras e irmão do prefeito, saiu de um veículo, tomou o aparelho da vítima e voltou ao carro. Em seguida Cássio Remis foi atrás de Jorge Marra, que se dirigiu à Secretaria de Obras. Na porta do local, o candidato tentou pegar o telefone de volta, mas Jorge Marra atirou e fugiu do local. Ele é procurado pela polícia.

Cássio Remis

A vítima desta trágedia, Cássio Remis, já foi vereador do município de Patrocínio por dois mandatos consecutivos: de 2009 a 2012 e de 2013 a 2016. Também exerceu o cargo de presidente da Câmara Municipal em 2013 e 2014.

Ex-vereador e atual pré-candidato a vereância Cássio Remis assassinado em Patrocínio (MG)

Siga-nos em Nossas Redes Sociais e tenha também acesso a conteúdo exclusivo e promoções:

GRUPO NO WHATSAPP | INSTAGRAM | FACEBOOK |

Veja também

Itapaci: Iron Soldado, candidato a prefeito pelo PL, afinal é elegível ou não?

Conforme notícia circulada no dia 25, (Leia a Matéria Aqui), O Ministério Público apresentou “Ação …