terça-feira , agosto 20 2019
Página Inicial / Goiás / Prefeito de Uruaçu diz que pesquisa indica que “vai vencer” Azarias Machadinho

Prefeito de Uruaçu diz que pesquisa indica que “vai vencer” Azarias Machadinho

Valmir Pedro diz que seu principal adversário é arrogante e, antes de se tornar político, não cumprimentava as pessoas

Valmir Pedro, prefeito de Uruaçu: “Sou primeiro
colocado nas pesquisas” | Foto: Correio Popular

O prefeito de Uruaçu, Valmir Pedro, afirma que, por lealdade, não vai deixar o PSDB. “Deixar o partido agora, com a crise, caracterizaria falta de lealdade e sou um político leal. Não abandono os que caem.” Valmir Pedro afirma que está “trabalhando” em tempo integral. “Ninguém nunca fez tantas obras em Uruaçu em tão pouco tempo de governo — dois anos e quase sete meses. Concluí, na semana passada, uma avenida de quatro quilômetros, com recursos do município, e vou inaugurá-la em agosto, pois agora estamos fazendo o meio-fio.”

Quanto ao Hospital Regional de Uruaçu, Valmir Pedro assinala que a obra está quase concluída. “O governador Ronaldo Caiado diz que vai inaugurá-lo em 2020, mas, na verdade, falta muito pouco para conclui-lo. A parte do ambulatório está 100% concluída. A subestação e a casa de máquinas estão prontas, a prefeitura comprou e doou uma área para o Estado. Esclareço que é o prédio da administração que está sendo concluído, não se trata do hospital em si, que está pronto. O hospital precisa de apartamentos para os plantonistas. Mas não precisa de dois anos para colocar a unidade de saúde, crucial para todo o Norte e Meio Norte de Goiás, em funcionamento. Recentemente, Caiado esteve numa cavalgada e, daí, decidiu fazer uma visita no hospital. Marcou para as 15 horas e chegou às 18 horas.”

O tucano vai disputar a reeleição? “Não quero antecipar a campanha, até porque, como prefeito, tenho mesmo é de trabalhar para atender a população, sem distinção de ideologia partidária.” Mas o sr. disputa ou não? “Tendo a disputar, sobretudo porque os eleitores, de acordo com as pesquisas, cobram que eu dispute. Pesquisas mostram que minha gestão é aprovada por 72% dos moradores de Uruaçu. Em termos de pesquisa de intenção de voto, tenho 43% e meu principal adversário, Azarias Machadinho, aparece com 31%. Estou 12 pontos na frente do postulante do DEM. Ao contrário do que ele disse ao Jornal Opção, não é o primeiro colocado, é o segundo, e bem atrás. Acrescento que a pesquisa foi feita antes de uma série de inaugurações.”

Sobre Machadinho, Valmir Pedro afirma que não gosta de falar, pois “quem terá de julgá-lo, daqui a um ano e pouco, são os eleitores. Mas ele é arrogante e nunca foi de cumprimentar os moradores da cidade, nem era filiado à Associação Comercial e ao Sindicato Rural do município. Ao se tornar político, passou a estender a mão às pessoas e até se filiou à associação e ao sindicato. Ele é rico, porque herdou, mas nunca se preocupou nem com a própria alfabetização”.

Azarias Machadinho é o candidato do governador
Ronaldo Caiado em Uruaçu | Foto: Reprodução

Valmir Pedro afirma que Uruaçu “é uma cidade em obras”. Mas não só. “Na verdade, sou um prefeito que se preocupa com o social. Observe que implantei o programa Gás Solidário e mil famílias recebem, a cada 60 dias, 80 reais para comprar gás. A ideia é tão boa que vários prefeitos de Goiás e de outros Estados estão copiando”.

O gestor de Uruaçu afirma que, quando fala de obras, precisa “reconhecer” o trabalho do deputado Lucas Vergílio (SD). “Há pouco, conseguimos, por meio do Lucas, um deputado atuante, 4,5 milhões de reais em emendas. Ganhamos uma emenda judicial contra a Enel, que já depositou em juízo 7,6 milhões de reais. Breve, poderemos aplicar o dinheiro. A Caixa Econômica Federal vai repassar, via financiamento, 12 milhões para recapeamento de ruas. Por que estamos conseguindo o empréstimo? Porque a prefeitura está organizada.”

Ao Jornal Opção, recentemente, o empresário Azarias Machadinho disse que a prefeitura deve 5 milhões de reais à previdência. “O que Machadinho não disse é que, quando assumi a prefeitura, a dívida era de 29 milhões de reais. A prefeitura devia 11 milhões de precatórios, e agora deve apenas 1 milhão. A folha de pagamento dos servidores estava atrasada — eram três folhas — e, com esforço, regularizei-a. Em novembro, a prefeitura teve 3 milhões ‘sequestrados’ pela Justiça para pagar precatórios. Aí reuni com os 150 comissionados e expliquei que iriam receber a partir do dia 10 de cada mês, e com um mês em aberto. Eles entenderam e aceitaram. Agora, o que a oposição não diz, por falta de honestidade, é que os 1.200 funcionários efetivos estão com os salários e o 13% totalmente em dia.”

Sobre a suspensão da temporada de férias (os shows), Valmir Pedro acredita que há uma mão política por trás. “A população e os comerciantes estão revoltados.”

Fonte: Jornal Opção

Veja também

Shows e rodeio atraem grande público no primeiro dia do Itapaci é Show 2019

Abertura Oficial da III Edição do Itapaci é Show 2019. Fotos e Vídeo; JORNAL VALE …