sexta-feira , outubro 19 2018
Página Inicial / Noticias / Tragédia: motorista e bebê estão entre mortos em batida de ônibus e carreta

Tragédia: motorista e bebê estão entre mortos em batida de ônibus e carreta

Seis pessoas morreram no local; corpos foram encaminhados ao IML de Formosa. Três pessoas morreram no Instituto Hospital de Base, em Brasília. Dos 34 feridos, 22 já tiveram alta do hospital, disse Guanabara

Imagem aérea do ponto do acidente na BR-020 entre ônibus e carreta (Foto: TV Globo/Reprodução)

 

Cinco dos nove mortos no grave acidente que envolveu um ônibus e duas carretas na BR-020, em Formosa, nesta quinta-feira (15) já foram identificados. Documentos pessoais e a presença da família permitiram o reconhecimento, informou o Instituto Médico Legal da cidade.

Confira os nomes dos mortos já identificados no acidente da BR-020:

Édson Lopes Lima, de 47 anos, motorista do Expresso Guanabara (no local)
Pedro Nobrega de Araújo, de 54 anos, comerciante (no local)
Antônio Elton Pereira Rodovalho, de 38 anos (no local)
Wigna Casimiro Gonçalves (morreu no local)
Terezinha Félix dos Santos, de 58 anos (no Instituto Hospital de Base).

Outros três corpos, de duas mulheres e uma bebê de aproximadamente de 2 anos, seguem no IML. Os nomes delas ainda não foram divulgados. Além desses casos, duas pessoas que foram socorridas para o Instituto Hospital de Base de Brasília não resistiram aos ferimentos. Os nomes não foram divulgados.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o motorista do ônibus – que partiu de Cajazeiras, na Paraíba, com destino a Goiânia – invadiu a contramão, provocando o acidente. A corporação disse não ser possível afirmar que ele tentasse uma ultrapassagem na hora da batida. Outras causas, como dormir ao volante ou distração, também são investigadas. Também é apurado se o local onde o veículo parou é o mesmo onde ocorreu a colisão.

Bombeiros de Goiás e de Brasília participaram do resgate às vítimas. Havia 43 pessoas no ônibus, além do motorista. O condutor da carreta de adubo que bateu de frente com o veículo foi atendido em um hospital de Formosa. O da outra carreta, que estava atrás do ônibus, não se machucou.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que 34 pessoas ficaram feridas. A Guanabara, responsável pelo ônibus, disse ao G1 que 22 delas já tiveram alta e vão ser encaminhadas pela empresa às cidades de destino. O ônibus chegaria às 14h em Goiânia.

Batida e mortes

O acidente aconteceu por volta das 8h30, no Km 45 da rodovia, entre os povoados de JK e Bezerra. Com a pancada, uma das laterais do ônibus ficou completamente destruída. A carreta transportava adubo e toda carga ficou espalhada no local. A proprietária do veículo já está providenciando guincho para retirá-lo da pista. O caminhoneiro sobreviveu.

Ônibus e carreta se envolvem em acidente grave e deixam mortos e feridos na BR-020, em Formosa, Goiás (Foto: PM-DF/Divulgação

 

De acordo com a PRF, o trecho onde houve a colisão é de pista simples. A ultrapassagem no local é permitida apenas em um dos sentidos. O tráfego foi interditado nos dois sentidos, o que provocou um engarrafamento de 4 km. Também conforme o órgão, às 16h20 uma das pistas foi liberada e, às 17h, a segunda, liberando completamente a passagem dos carros. A orientação para quem precisa passar pelo local é pegar a GO-458. A PRF alerta, porém, que a pista tem um longo trecho de estrada de terra.

Socorro

Os bombeiros do Distrito Federal também ajudam no atendimento e enviaram um helicóptero e sete ambulâncias para o local. De acordo com a Secretaria de Saúde do DF, foram encaminhadas 12 vítimas aos hospitais públicos da capital federal.

Acidente entre ônibus e carreta mobilizou helicópteros e fechou pista em Goiás. Foto: Reprodução: TV Anhanguera

 

Em nota encaminhada à imprensa no início da noite desta quinta-feira (15), a empresa Expresso Guanabara, sediada em Fortaleza (CE) e responsável pela linha, lamentou o acidente. “A Guanabara instaurou um procedimento interno para investigar as causas do acidente e está à disposição para prestar todas as informações necessárias aos órgãos competentes para a elucidação da ocorrência. A empresa reafirma seu compromisso em transportar seus clientes com o máximo de segurança, mantendo uma relação de transparência e a ética com a sociedade em geral”, disse.

O motorista tinha tido 20 horas de descanso antes de assumir o volante. A empresa enviou de imediato uma força-tarefa de Brasília para prestar a assistência necessária aos passageiros. A Guanabara informou que vai prestar toda assistência necessária às vítimas e que os familiares dos passageiros podem entrar em contato pelo telefone 0800-7281992.

Em nota, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) afirmou que o ônibus é novo e “está em conformidade quanto aos requisitos legais”. Além disso, a Expresso Guanabara tem autorização da agência para operar na linha.

Fonte: Por Raquel Morais – G1 GLOBO

Veja também

US$ 1 milhão por uma foto: Kylie Jenner é a primeira do ranking

US$ 1 milhão por uma foto: os 10 famosos que faturam mais dinheiro no Instagram …